Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Gerente Multidisciplinar da Telessaúde da Ufam defende dissertação de mestrado sobre atuação da RUTE na universidade
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Gerente Multidisciplinar da Telessaúde da Ufam defende dissertação de mestrado sobre atuação da RUTE na universidade

  • Publicado: Segunda, 28 de Junho de 2021, 10h58
  • Última atualização em Segunda, 28 de Junho de 2021, 10h58

A enfermeira e gerente multidisciplinar da Telessaúde da Ufam, Adriany Alves Pinto Diniz de Araújo, desenvolveu como dissertação de conclusão do mestrado profissional em Telemedicina e Telessaúde da Uerj um trabalho sobre o grau de satisfação dos participantes das atividades da RUTE na Universidade Federal do Amazonas (Ufam). 

A mestranda, que teve como orientadora a Dra. Márcia Rendeiro (Uerj), foi aprovada por uma banca que, além da própria Dra. Márcia, contou com o coordenador nacional da RUTE, Luiz Ary Messina, e a Dra. Renata Rocha Jorge (Uerj).

Conversamos com Adriany para saber um pouco mais dos motivos que fizeram com que ela escolhesse o tema e sobre as conclusões que o trabalho possiblitou. Leia abaixo!

1 - Qual foi a motivação para desenvolver uma dissertação sobre o grau de satisfação dos participantes da RUTE na Ufam?
A percepção sobre o incremento exponencial no número de SIGs no período de 2014 a 2018, de 7 para 40, impulsionou a necessidade de implementar projeto avaliativo e, assim, identificar o grau de satisfação dos participantes, bem como aspectos virtuosos e possibilidades de qualificar a ação na Ufam.

  1. Como você acha que a RUTE agrega à formação e desenvolvimento dos alunos/profissionais da Ufam?
    Meu estudo apresentou, em sua análise qualitativa, por meio da “nuvem de palavras”, que os participantes das SIGs consideram que a RUTE representa Conhecimento, Inovação, Atualização e Aprendizado, demonstrando que as temáticas apresentadas e discutidas possibilitam a troca de conhecimentos e alcançam aos objetivos propostas para a atividade.
  2. Acredita que há novos caminhos para serem explorados pela RUTE no âmbito da telessaúde e telemedicina na Ufam? Quais?
    Certamente. É possível perceber, e os resultados do meu estudo corroboram que há adequação para expansão das SIGs para a formação acadêmica dos discentes, bem como para a criação de novos grupos de interesse pela RUTE e utilização como cenários de práticas.
  3. Qual foi a conclusão tirada com o desenvolvimento do trabalho, no que diz respeito à importância da unidade RUTE na Ufam?
    Dentre as principais conclusões, tivemos a evidência de satisfação quanto à interação que os SIGs possibilitam, à troca de conhecimento com outras universidades do Brasil, ao aprendizado caracterizado pela atualização do cenário atual de práticas na assistência, à pesquisa e extensão para cada área de interesse durante a participação dos grupos e, por fim, à flexibilidade no que diz respeito ao acesso para as atividades sem precisar fazer deslocamentos da cidade de origem para outros locais, desta forma, mitigando custos econômicos para servidores, docentes e discentes participantes dos SIGs. Para a RUTE, o estudo trouxe evidências da satisfação dos participantes dos SIGs da Ufam ao favorecer trocas de conhecimento, experiênciaa a distância com diversas universidades e hospitais de vários estados do Brasil e, algumas vezes, internacionais.

Baixe a dissertação por aqui

registrado em:
Fim do conteúdo da página